ir para a página do ISCAL no Facebook ir para o canal Youtube do ISCAL ir para a página do ISCAL no Linkedin

Mestrado em Fiscalidade

Condições de acesso
Ser titular de licenciatura nas áreas de Contabilidade, Economia, Finanças ou Gestão, ou de equivalente legal considerada pelo Conselho Científico adequada à frequência do curso.

Duração do curso
2 anos (1 ano curricular e 1 ano para dissertação).

Objetivos
Este curso visa o desenvolvimento científico e profissional em fiscalidade, tendo como objetivos mais significativos:

  • Proporcionar uma sólida formação teórico-prática a quem exerce ou pretenda exercer a sua atividade profissional na área fiscal, seja em regime liberal, seja integrado em escritórios, consultoras, departamentos de empresas ou na administração pública;
  • Conceder uma especial atenção aos aspetos fundamentais da fiscalidade interna e internacional, promovendo um ensino atual e recetivo às necessidades decorrentes da globalização e internacionalização dos mercados, aliando, como mais-valia, uma componente contabilística e de técnicas de auditoria;
  • Responder às necessidades de formação e atualização de quadros e técnicos já inseridos no mercado de trabalho, assim como estimular o desenvolvimento de competências tendo em consideração a integração num mundo cada vez mais globalizado, dotando os alunos de uma visão mais ampla, crítica e abrangente sobre a fiscalidade.

Regime
Pós-laboral

Diretora de Curso
clotilde palma iscal
Doutora Clotilde Celorico Palma

Subdiretores de Curso
Doutor Paulo Nogueira da Costa
Especialista Jesuíno Alcântara Martins

Diploma que aprova o plano de estudos em vigor
Despacho n.º 10369/2014, de 11 de agosto - Diário da República n.º 153, 2.ª Série

Plano de estudos 2013/204 | pdfPlano de transição


O Curso de Mestrado em Fiscalidade é patrocinado pela Sociedade de Desenvolvimento da Madeira, sendo atribuída uma bolsa ao melhor aluno equivalente ao montante total das propinas.
Será considerado melhor aluno o discente que, com melhor nota, tenha concluído o Curso de Mestrado, com discussão da tese, até ao fim do segundo ano civil seguinte ao do início do Mestrado.
A bolsa começou a ser atribuída a partir do Curso de Mestrado iniciado no ano letivo de 2012/2013.